Tudo que você saber sobre as peças do seu carro e o desgaste delas com o tempo

Tudo que você saber sobre as peças do seu carro e o desgaste delas com o tempo

Como tudo, peças de carros também se desgastam e além das revisões periódicas e manutenção preventiva, alguns cuidados são necessários para aumentar a vida útil desses componentes, evitando problemas graves que afetam o bom funcionamento do veículo. Por isso separamos uma lista de peças que sofrem mais com o tempo, para você ficar atento e saber o que deve fazer.

Velas e Cabos:

A indicação da montadora é que a cada 10 mil km deve-se analisar o estado das velas, e a troca dos cabos a cada 50 mil km. Isso pode variar de acordo com o modelo do carro, fabricante…, mas o que não pode ocorrer é deixar de ter um cuidado especial com esses componentes. Qualquer falha pode acarretar sérios problemas, como desgastes prematuros em outras peças e ainda comprometer a vida útil delas.

Correia Dentada:

O tempo indicado pelos fabricantes coincidem com a vistoria de 50 mil km, mas a cada 15 mil km existe a possiblidade de encontrar alguns problemas como trincas e desgastes, podendo indicar a necessidade precoce da troca. Uma peça tão importante como a correia dentada não pode deixar de passar por manutenção preventiva, pois caso não haja a verificação, existe a possibilidade de acontecer o rompimento da peça e danificar o motor gravemente, gerando um aumento nos danos e nos custos.

Suspensão:

O sistema responsável pelo amortecimento e estabilidade do carro tem a mesmo nível de importância que o sistema de freios. Um conjunto de peças que merecem uma atenção especial no momento da revisão e também é de fundamental importância a checagem periódica: molas, buchas, bandejas, pivôs, terminas e os amortecedores. Não adianta analisar apenas uma dessas peças e deixar as outras de fora. Caso isso aconteça, você colocará em risco o bom funcionamento do seu carro.

Radiador:

Assim como todas as peças do seu carro, existe uma data limite para a troca do fluido de arrefecimento do motor, e pode ser encontrado no manual do veículo. É de fundamental importância analisar todo o conjunto: válvula termostática, ventoinhas, marcadores de temperatura e bomba d`água.

Sistema Elétrico:

Responsável por todo o funcionamento do carro, o sistema elétrico precisa estar com a revisão em dia. Dica: atente-se as datas do manual do veículo! A cada seis meses é recomendado a manutenção preventiva da bateria e do alternador.

Freios:

Não precisa nem dizer muito sobre a importância dos freios, não é mesmo? É a sua segurança e de outras pessoas que está em jogo. Então todas as peças responsáveis por esse sistema devem estar com a revisão em dia. Faça um checklist: fiz a revisão do óleo de freio? E a do disco de freio e pastilha? A revisão da luz de freio da traseira está ok? Todo cuidado é pouco! Atenção para as datas indicadas no manual do veículo ou possíveis sinais de problemas, como barulhos, tempo de resposta ao acionar o freio, falhas, etc.

Transmissão:

Checou todos os itens mais não se atentou a esse sistema? Risco de problemas sérios! Para o seu veículo funcione de forma correta, é necessário o sistema que permite transformar energia do motor em potência para que as rodas girem. Logo, não se pode deixar de fazer a manutenção e a revisão do sistema de transmissão, fique atento as peças da caixa de câmbio, diferencial e semieixo e embreagem.

Pneus:

Andar com pneus carecas, furado ou qualquer outro tipo de problema é arriscar a vida. A estabilidade do carro depende muito do bom estado dos pneus. Então sempre faça a manutenção preventiva e se necessário a sua troca.

Manutenção Preventiva:

Muito foi falado sobre manutenção preventiva, agora que esclarecemos a necessidade dela para o bom funcionamento do seu carro. Mas, qual a função da manutenção preventiva? Ela pode evitar ou até impedir alguns problemas sérios, que pelo manual de revisões, só seriam avaliados depois de algum tempo. É uma prática indicada para que minimize as chances de problemas no carro e ainda deixe seu funcionamento o mais próximo possível do de fábrica, consequentemente aumentando a confiabilidade no veículo. Outro fator muito importante é que essas manutenções sejam feitas na concessionária, e caso não seja possível, o faça em uma oficina de sua confiança. É recomendado sempre o uso de peças originais, isso dá uma maior credibilidade ao serviço além de garantir a segurança dos passageiros e das outras pessoas. Usando peças genéricas e uma mão de obra bem duvidosa, você estará somente adiando o problema, podendo até transformar o que seria um problema “simples” em um mais grave ou mais custoso. É bom lembrar que o barato sai caro. A vantagem de realizar a manutenção preventiva ou a revisão do seu veículo na concessionária é exatamente a garantia de que as peças são originais e contar com equipe qualificada para resolver qualquer problema que seu carro possa ter. Na

Frutosdias você nem precisa ir até a concessionária para agendar, pode fazer isso agora através do nosso site.

Será que chegou a hora de trocar de carro?

Quando os problemas aparecem é hora de trocar o carro? Avalie: é um problema recorrente ou está causando outros problemas? É mais vantagem financeiramente falando, consertar o problema e manter o carro, ou investir em um outro? É necessário avaliar esses fatores antes de bater o martelo. A depender da gravidade do problema, é mais vantajoso a troca do veículo, pois torna-se desvantagem investir num bem que está gerando mais gastos do que benefícios, levando em consideração o investimento em peças novas, mão de obra e ainda o tempo de conclusão do serviço, correndo o risco de você ficar sem carro mesmo que por um breve período.

Se isso estiver acontecendo, é o momento de nos procurar e contar o que está acontecendo com o carro, para avaliarmos seu carro e indicarmos a melhor solução.

com Sem Comentários. 0

Artigos Relacionados

Nenhum artigo encontrado com estes critérios